terça-feira, 10 de novembro de 2009

O dia em que minha mãe chorou.


Minha mãe é uma fortaleza. Talvez bem diferente de mim. Nunca a tinha visto chorar em nenhuma ocasião. Nem em dor física, nem em morte. Em nada. Este dia foi a primeira vez. Minha casa não dormiu (ainda morava com meus pais) e o desespero se aponderou daquela madrugada de terror. Tentamos de tudo mas não conseguimos quase nada. Minha irmã caçula estava quase em estado histérico. Quem viu nunca vai se esquecer como foi a desocupação do Parque Oeste Industrial. O triunfo dos desumanos.

1 Comentários:

Blogger julia disse...

esse é o tipo de trauma que eu faço questão de não esquecer. Pra ter sempre em mente o quanto ainda vivemos num mundo animal.

11 de novembro de 2009 09:32  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial